ÁREA RESTRITA

MAIS DE 60 ANOS DE HISTÓRIA

Com a palavra, Sister Yolanda Marcelino: 


"O ano era 1938. No dia 27 de agosto, cinco corajosas jovens religiosas desembarcam no Porto de Santos, depois de uma longa viagem de navio, com todas as agruras que tal evento poderia proporcionar. O primeiro abrigo foi o Colégio Santa Inês, onde a Irmãs Salesianas receberam-nas com carinho. Mas logo foram para o destino que as trouxe ao Brasil: missionar em uma colônia lituana, no bairro de Vila Zelina, onde fundaram o Externato Nossa Senhora do Carmo e o Colégio São Miguel Arcanjo, que logo se destacaram na região.


Em meados da década de 1940, as Irmãs passaram a lecionar no núcleo educacional Chappel School, dirigida pelos Padres Oblatos de Maria Imaculada. Em 1954, o então cardeal Dom Carlos Carmelo de Vasconcelos Motta sugeriu a criação de uma escola que fosse de acordo com os padrões nacionais de educação e oferecesse um ensino de alto nível. A ideia foi mais do que bem acolhida.


Assim, em meados de 1954, ano em que São Paulo comemorava o seu IV Centenário, foram iniciadas as atividades na Escola Pio XII, que teve a sua primeira sede na Rua Pio XII, em frente ao Palácio Episcopal, no bairro do Paraíso.


Com a adesão crescente de estudantes, abriu-se uma nova unidade na Rua Martiniano de Carvalho, já marcada pelo pioneirismo de ser uma escola mista (em que meninos e meninas estudam juntos), pois a coeducação era realmente uma coisa inédita! Aliás, a encíclica papal - Gravissima Educationes - desaconselhava tal prática. Outro pioneirismo educacional foi a iniciativa de oferecer Orientação Sexual. Era algo novo que requeria a autorização dos pais!


Desde os anos iniciais, o ensino de inglês teve destaque. Um modo de reforçar a língua inglesa era chamar as Irmãs de “Sisters”, como é feito até os dias de hoje.


Mesmo atendendo a uma classe elitizada, as Irmãs sempre tiveram a grande preocupação de não desviar o olhar dos empobrecidos. Assim, em 1960, foi fundada a Escolinha, que atendia a uma clientela menos favorecida, residente em Paraisópolis. Nesta ação primordial se embasam as nossas ações pastorais, que vigoram ainda hoje.


Com a formatura da primeira turma do, então, Curso Primário, em 1958, dado o prestígio das Sisters, o lugar já não comportava a demanda. Era preciso buscar outro espaço.


Com o incentivo e apoio da APM, conquistamos uma casa residencial no bairro do Jardim Leonor e, concomitantemente, o terreno onde está hoje o Colégio Franciscano Pio XII. São mais de 60 anos buscando formar líderes e protagonistas da própria história, educando para a Paz e o Bem."


Sister Yolanda Marcelino

Diretora-geral - Colégio Franciscano Pio XII



VOCÊ SABIA?


O nome do Colégio Pio XII deve-se ao fato de o Papa Pio XII chefiar a igreja católica no ano de sua fundação, em 1954. Além disso, a primeira sede localizava-se em frente ao Palácio Episcopal Pio XII, na Rua Pio XII, no Paraíso. O brasão do colégio também ilustra a representatividade do Papa; traz uma versão modernizada de elementos do brasão do pontífice.


A forma "Colégio Franciscano Pio XII" nasce em 2006, quando os três colégios dirigidos pela Irmãs de São Francisco da Providência de Deus alteraram seu nome, reafirmando mais uma vez a identidade de São Francisco de Assis como padroeiro da filosofia da congregação e das unidades educacionais.